Entregador consciente levando a encomenda para o cliente

Um entregador consciente no trânsito pratica a direção defensiva, respeita as normas estabelecidas na legislação e sempre coloca a vida em primeiro lugar. A FreteFast valoriza muito a responsabilidade dos seus prestadores de serviço e trabalha para que a segurança desses profissionais seja priorizada.

E qual é a importância de um entregador consciente no trânsito? As estatísticas estão aí para mostrar: a cada 22 minutos, morre uma pessoa em um acidente de trânsito no Brasil. Os carros correspondem a 52% dos causadores de acidentes que geram vítimas no País.

A moto é o meio de transporte que mais mata: em 2019, segundo dados da Polícia Rodoviária Federal, 64.603 acidentes envolveram motociclistas. Por sua vez, somente em 2018, 11.741 brasileiros foram internados por envolvimento com acidentes de bicicleta, de acordo com a Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia (Sbot).

Por isso, respeitar as pistas e suas regras salva mais vidas do que podemos imaginar. Bora ser um entregador consciente no trânsito? Veja algumas dicas que a FreteFast selecionou com base no Código de Trânsito Brasileiro (CTB) e especialistas em direção defensiva:

  • Esteja sempre alerta: quase 50.000 acidentes são registrados no Brasil todos os anos por falta de atenção, segundo dados do Atlas da Acidentalidade no Transporte Brasileiro. Nesse quesito, o uso do aparelho celular tem sido protagonista. Não atenda chamadas ou visualize mensagens enquanto dirige – além de ilegal, esse comportamento contribui, diretamente, para a distração do(a) condutor(a);
  • Evite a pressa: para ser um entregador consciente no trânsito é preciso ter em mente que a pressa é inimiga da via. O que isso significa? Que bicicletas, motos, carros e pedestres compartilham o trânsito. Sabendo disso, ou se limita a velocidade ou ficamos expostos ao perigo. Foram mais de 6 mil acidentes por velocidade acima do limite e quase 3 mil por ultrapassagem indevida no Brasil somente em 2017;
  • Cuidado nas ultrapassagens: nunca ultrapasse no acostamento das estradas, em pontes, curvas, cruzamentos ou próximo a pedestres. Ultrapasse sempre pela esquerda, em trechos permitidos e com espaço suficiente para a manobra. Estão te ultrapassando? Mantenha a velocidade constante. Se estiver na faixa da esquerda, venha para a da direita, sinalizando corretamente;
Entregador consciente entregando a encomenda na residência do cliente

Na FreteFast, o objetivo é fazer com que o entregador seja cada vez mais consciente no trânsito

  • Avise com antecedência: um entregador consciente no trânsito sabe que qualquer ação precisa ser avisada com antecedência. Em cruzamentos, ultrapassagens ou problemas na via: sinalize, ligue a seta ou faça os gestos convencionais de braço;
  • Faça a manutenção: para manter seu veículo no capricho, crie o hábito de fazer periodicamente a manutenção preventiva. Ela é fundamental para minimizar o risco de acidentes de trânsito. Não vai fazer feio, você tem a obrigação de dirigir respeitando os limites estabelecidos;
  • Motos, bikes e patinetes: para sair de casa, só se for com capacete e os demais equipamentos de segurança. Carros, sem cinto de segurança não dá para dirigir em segurança, né? Então nada de ficar sem. Pedestres podem até não ter motor, mas têm vida. Respeitar cada um deles deve ser sempre sua prioridade. Assim como os pedestres, os ciclistas também merecem atenção dobrada. Mantenha sempre 1,5m de distância dos bikers;
  • Dê preferência: em vias sem sinalização específica, tem a preferência: quem já estiver transitando pela rodovia, quando apenas um fluxo vier da autoestrada. Quem estiver circulando uma rotatória. Quem vier pela direita do condutor, nos demais casos. Em vias com mais de uma pista, os veículos mais lentos têm a preferência de uso da faixa da direita. Já a faixa da esquerda é reservada para ultrapassagens e para os veículos de maior velocidade.

 

Entregador consciente a caminho da casa do cliente para realizar entrega

Acidentes podem acontecer, mas você, como entregador consciente no trânsito, saberá como agir para amenizar a situação

 

Entregador consciente no trânsito: como prestar solidariedade

Para administrar um acidente e evitar que ele se agrave, siga estas recomendações:

Mantenha a calma. Essa sinalização deve começar bem distante do local do acidente e ser visível para outros veículos, assim, há tempo suficiente para que eles possam diminuir a velocidade antes de se aproximar do local – desta forma, evitamos novas colisões. Além disso, é preciso demarcar todo o desvio do tráfego até o acidente e garantir que o trânsito continue fluindo.

Sinalize o acidente. Essa sinalização deve começar bem distante do local do acidente e ser visível para outros veículos, assim, há tempo suficiente para que eles possam diminuir a velocidade antes de se aproximar do local – desta forma, evitamos novas colisões. Além disso, é preciso demarcar todo o desvio do tráfego até o acidente e garantir que o trânsito continue fluindo.

Peça socorro o mais rápido possível. Ligue para uma instituição que possa resolver o acidente em questão (confira a partir da página 24). Se for ligar para familiares, busque apoio naqueles que podem te ajudar a manter a calma durante a situação.

Controle a situação. Procure se manter por dentro do status do resgate acionado e compartilhe isso com os demais. Controle também a aglomeração ao redor, é compreensível que muitos queiram ajudar e se solidarizar, mas isso pode atrapalhar e gerar mais acidentes.

Seja gentil com todos os envolvidos. Faça tudo sempre com base em quatro atitudes: informe, ouça, aceite e seja solidário. Informe a vítima sobre o status da situação (quanto tempo para chegar ajuda, por exemplo). Ouça a vítima, dê suporte emocional para ela neste momento, mas se mantenha em segurança e longe do tráfego, ok? Aceite os direcionamentos dos órgãos de segurança superiores. Seja solidário com os envolvidos. Não minta ou provoque qualquer tipo de discussão sobre a culpa no acidente, isso só agrava o nível de ansiedade na situação.

Não toque na pessoa acidentada. Mesmo com boa intenção, não retire capacetes de motociclistas, não aplique torniquetes para estancar hemorragias e não dê nada de tomar/ingerir – nem mesmo água. Algumas ações podem intensificar hemorragias ou situações de deslocamento de ossos. Deixe a ajuda médica para o atendimento especializado.

Contatos de emergência que um entregador consciente deve ter:

193 – Corpo de Bombeiros: vítimas em ferragens ou em locais de difícil acesso. Qualquer perigo identificado como fogo, fumaça, faíscas ou vazamento de qualquer tipo de substância.

192 – Samu: acione sempre que ocorrer qualquer emergência nas rodovias. Todas as rodovias devem divulgar o número do telefone a ser chamado em caso de emergência. Esses serviços não possuem um número único de telefone, mudam de uma rodovia a outra.

190 – Polícia Militar: sempre que ocorrer uma emergência em locais que não tenham uma Polícia Rodoviária Federal ou serviços rodoviários próprios.

E aí, gostou das dicas? Esperamos ter contribuído para que você seja, cada vez mais, um entregador consciente no trânsito. Em breve, aqui no blog da FreteFast, iremos compartilhar informações específicas para todas as modalidades de entrega do aplicativo: motoristas de carros e vans, motociclistas e bikers, sempre com o objetivo de priorizar a sua segurança.

Até breve!


Outros posts

Frete para e-commerce: dicas essenciais para a sua loja online

Um serviço de frete de excelência é fundamental para o sucesso de qualquer e-commerce. Afinal de contas, não adianta muito você ter um ótimo produto oferecido via internet se na hora de entregá-lo ao comprador há uma série de problemas, concorda? Ainda mais nos dias...