Capacete para motoboy

Equipamento é obrigatório e essencial para a segurança dos motociclistas

Uma dúvida comum entre os motoboys que trabalham com entregas: qual capacete escolher? O questionamento faz todo sentido uma vez que o fator segurança é fundamental para esses trabalhadores e trabalhadoras, que “fazem o corre” diariamente pelas ruas agitadas das grandes cidades.

Quando o assunto é capacete para motoboy, primeiramente é preciso lembrar que os artigos 54 e 55 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB) exigem a utilização desse item de segurança tanto para condutores quanto em relação aos passageiros de motocicletas.

Capacete para motoboy: legislação

A Resolução nº 453/13 do Conama (Conselho Nacional do Meio Ambiente) justifica que o capacete motociclístico tem a finalidade de proteger a calota craniana, devendo ser calçado e fixado na cabeça do usuário, de maneira que fique firme, com o tamanho adequado.

E o que acontece com os motociclistas que são identificados sem capacete pelas autoridades? No artigo 244, os incisos I e II, do CTB, trazem, respectivamente, as infrações de “Conduzir motocicleta, motoneta e ciclomotor sem usar capacete de segurança com viseira ou óculos de proteção” e “Conduzir motocicleta, motoneta e ciclomotor transportando passageiro sem o capacete de segurança”. De natureza gravíssima, tais atos estão sujeitos à penalidade de multa e de suspensão do direito de dirigir.

 

Contran (Conselho Nacional de Trânsito) exige que todo o capacete tenha viseira

Contran (Conselho Nacional de Trânsito) exige que todo o capacete tenha viseira

Itens obrigatórios

Selo do Inmetro

Algo que nem todos os motoboys sabem, é que o capacete motociclístico deve estar certificado por organismo acreditado pelo Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial), de acordo com regulamento de avaliação da conformidade por ele aprovado.

A comprovação desta certificação se dá pelas marcações (selo de certificação holográfico/etiqueta interna), com a marca do Sistema Brasileiro de Avaliação da Conformidade (SBAC), o que demonstra o controle do processo de fabricação e ensaios específicos, de modo a assegurar que os requisitos técnicos foram atendidos.

Importância da viseira

Você sabia que o Contran (Conselho Nacional de Trânsito) exige que todo o capacete tenha viseira? Ela pode ser cristal (transparente), metalizada ou fumê. Como a viseira exerce a importante função de garantir a boa visualização do motoboy durante o trajeto, o órgão de trânsito determina que ela precisa estar abaixada enquanto você conduz a motocicleta.

Adesivos refletivos

Ajudar os motoristas a enxergar melhor a moto, principalmente à noite e em dias de chuva ou neblina. Este é o principal objetivo dos adesivos refletivos, que também são obrigatórios na parte frontal, lateral e traseira do seu capacete. Eles são produzidos de um material com alto poder de refletir a luz dos carros e, por isso, geram um efeito brilhante sempre que o farol mira em sua direção.

Tipos de capacetes permitidos

Tipos de capacetes permitidos

Existem, basicamente, sete modelos de capacetes certificados, permitidos para o uso, de acordo com o Anexo à Resolução nº 453/13:

1 – capacete integral (fechado) com viseira;
2 – capacete integral sem viseira e com pala (uso obrigatório de óculos);
3 – capacete integral com viseira e pala;
4 – capacete modular (com queixeira articulada);
5 – capacete misto com queixeira removível com pala e sem viseira (uso obrigatório de óculos);
6 – capacete aberto (jet) sem viseira, com ou sem pala (uso obrigatório de óculos); e
7 – capacete aberto (jet) com viseira, com ou sem pala.

Tamanho do capacete

O motoboy costuma passar muitas horas com o capacete no dia a dia. Logicamente, conforto é fundamental nesse sentido. O equipamento precisa ficar confortável o suficiente para que o motociclista não venha a sofrer com marcas de aperto e dores na cabeça.

Veja abaixo uma tabela simples de tamanhos disponíveis (antes de adquirir o capacete, o ideal é medir sua cabeça com fita métrica):

Circunferência (cm) Tamanho
56 S
58 M
60 L
62 XL
64 XXL

Dica FreteFast: caso a medida fique entre dois tamanhos, como o L e o XL ou o S e o M, o recomendado é escolher o menor a fim de evitar que o capacete fique muito solto.

Capacete para motoboy: o que evitar

A Resolução nº 453/13 também abrange os chamados “capacetes indevidos”, com uso terminantemente proibido nas vias públicas, por não cumprirem com os requisitos estabelecidos na norma técnica:

  • ‘Coquinhos’: que protegem apenas a parte superior da cabeça, próximo à linha das orelhas);
  • Ciclísticos;
  • Equipamentos de proteção individual, comumente utilizados na construção civil.

Apesar de parecerem óbvias estas proibições, é frequente que a fiscalização de trânsito se depare com ocupantes de motocicletas, motonetas, ciclomotores, triciclos e quadriciclos, utilizando estes tipos de capacetes indevidos.

Jamais compre capacete usado

Se um capacete sofrer uma pancada, mesmo que aparente estar novo, sua capacidade de absorver possíveis choques acabará comprometida. Além disso, não faz muito sentido adquirir um equipamento cuja finalidade é a sua segurança, correndo o risco de que este item tenha perdido tal função, concorda? Portanto, jamais compre capacete usado. Invista em um produto de qualidade, porque ele pode salvar a sua vida.

Gostou deste artigo? Continue acompanhando as dicas da FreteFast aqui em nosso blog e nas nossas redes sociais:

https://www.facebook.com/fretefastapp
https://www.instagram.com/fretefast/

Buscar ou entregar, a gente faz!


Outros posts

Seja sempre um entregador consciente no trânsito

Um entregador consciente no trânsito pratica a direção defensiva, respeita as normas estabelecidas na legislação e sempre coloca a vida em primeiro lugar. A FreteFast valoriza muito a responsabilidade dos seus prestadores de serviço e trabalha para que a segurança...

Frete para e-commerce: dicas essenciais para a sua loja online

Um serviço de frete de excelência é fundamental para o sucesso de qualquer e-commerce. Afinal de contas, não adianta muito você ter um ótimo produto oferecido via internet se na hora de entregá-lo ao comprador há uma série de problemas, concorda? Ainda mais nos dias...